PARCELE EM ATÉ 6X NOS CARTÕES VISA OU MASTER.

Cigarro eletrônico pelo mundo

Postado por Queen 20/12/2016 0 Comentário (s) Cigarro Eletrônico,Líquidos,

Boa tarde vapers!

 

 

Existem muitas controvérsias,pelo mundo, quando falamos em  cigarros eletrônicos. Criado em 2003 pelo farmacêutico chinês, Hon Lik, sob a alegação de ser uma forma menos nociva de consumir a nicotina. Ele até hoje ainda divide opiniões entre cientistas e órgãos regulamentadores de cada país.

 

Países onde o cigarro eletrônico é liberado

 

Em países como China, Canadá, Turquia e Reino Unido, sua comercialização é liberada, com milhões de usuários, que usam o cigarro eletrônico, principalmente como uma forma de se livrar do vício do tabaco.

 

Nos Estados Unidos sua comercialização e regras de utilização, variam de estado, para estado.Mas também já possui vários adeptos, inclusive muitas estrelas de Hollywood.No filme O Turista,com Johnny Deep e Angelina Jolie, o personagem do ator, fuma um cigarro eletrônico em uma viagem de trem.

 

 

Na Europa, países como Dinamarca, Itália, Suiça, França e Alemanha, liberaram a sua comercialização, porém, possuem diversas regras restritivas, como a venda proibida para menores de 18 anos e controle da propaganda, assim como dos cigarros de tabaco.

 

No Japão os cigarros eletrônicos viraram uma febre. Os cigarros eletrônicos comercializados lá, não ficam um dia se quer na prateleira, e existe até fila de espera para a compra.

 

Futuro dos cigarros eletrônicos

 

Apesar de já existirem muitos estudos que comprovam que os cigarros eletrônicos são muito menos nocivos que os cigarros de tabaco. Ainda existem muitos cientistas, e órgãos regulamentadores como a Anvisa aqui no Brasil, que alegam não haver comprovação científica suficiente para comprovar a eficácia e segurança dos cigarros eletrônicos.

 

O que sabemos é que a nicotina em si é muito menos prejudicial para a saúde, do que os cigarros de tabaco que possuem mais de 4.700 substâncias tóxicas em sua composição.

 

Os líquidos utilizados nos cigarros eletrônicos  compostos apenas, de propilenoglicol, glicerina vegetal e nicotina, não causam danos a saúde como os cigarros de tabaco. Até porque você ainda pode optar pelos líquidos sem nicotina.

 

Na prática o que vemos é o número de usuários dos cigarros eletrônicos crescendo a cada dia pelo mundo, e inúmeras pessoas, dando seus depoimentos, de como  conseguiram se livrar do vício dos cigarros de tabaco, com a ajuda dos cigarros eletrônicos.

 

Muitos apostam que no futuro, os cigarros eletrônicos podem até ser receitados pelos médicos no tratamento para parar de fumar, assim como os adesivos e chicletes de nicotina.

 

Polêmicas a parte, aqui na Queen Flavor, convivemos todos os dias com histórias, de pessoas que fumaram a vida inteira, e conseguiram se libertar do vício do tabaco, através dos cigarros eletrônicos.

 

Conte para nós, você também, sua experiência com os cigarros eletrônicos.

Deixe um comentário